Os primeiros registros da Humanidade

Futuro, tempo, vida e o além são questionamentos que marcaram a humanidade. Nas pinturas rupestres identificamos um vasto campo de estudo e descoberta em várias partes do mundo. As respostas desse misterioso Universo sempre serão suposições trazidas para nós como pesquisa e análise de materiais organizados em uma escala cronológica construídos no campo da Arqueologia, buscando uma aproximação dos objetivos desses primeiros registros humanos pensando na forma em que viviam e seu contexto histórico/social.

Os registros encontrados são narrativas que marcam a memória desse homem rupestre, algumas pinturas chegam a ser datadas há 44.000 anos com cena de caça encontradas na caverna Sulawesi, que fica na Indonésia, sendo considerados grandes tesouros para a história da humanidade.

Esses tesouros históricos são muito bem preservados, algumas cavernas e grutas possuem réplicas para poder receber turistas do mundo todo como a Chavet (França) com 400 desenhos, Lauscaux (França) com 500 gravuras e Altamira (Espanha), com incríveis pinturas no teto.

No Brasil temos a Serra da Capivara (Piauí) com mais de 900 sítios e pinturas datadas há 12.000 anos, onde cada elemento retratado é importante para a compreensão do modo de vida e do pensar, deixando questionamentos para as novas civilizações sobre de fato como eles viviam e se relacionavam.